quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Tanto Querer

Eu quero ser raio de sol quando o dia for minguante
E flor do cerrado
Enquanto ânsia constante
Sertão que seque o mal o olhado
Quando a chuva for o instante.
Sorriso solto, apaixonado
E no compasso de sina dançante
Esvairada, doravante
Um barco solto, navegante
Um vento leve, um bem alado.
Quando o dia for avante,
E se ele se for en(cerrado)
Me deixa ser tempo, instante?
Ser amada, futura amante
Um gosto bom, que tudo tempera
Ser beijo roubado, traficante
Ser o descanso que espanta o fardo
E que afaga o aperto agoniante.
Quero sobriedade, à toda esfera
Às vezes cerveja, vinho, espumante
Uma luz para o escuro maculado
Um silêncio para o grito petulante
Um ouvido para o som velado
A força que supera
E o resisto de toda luta estudante.
Quero ser bem me quer, e quem me dera
Se eu pudesse ser, ainda que consumido ou consumado,
Uma palavra sincera, austera
A toda gente e poder difamante.
Me deixa ser sujeito pro meu estado
Inocência de Desenho animado
Final feliz que uma-vez-era
Uma íris para o colorido, colorado
E uma verdade para todo artifício de corante.
Me deixa ser sol para o dia nublado
E o respiro que procura o que tivera:
Um legado (certo ou errado),
De uma história incessante
De um querer que hoje me inteira
Que me faz ser flor do cerrado
[Enquanto não for primavera]
E uma era de passado apaixonante
[Enquanto meu tanto querer espera.]
---
Esses escritos de um instante, que saem do nada, dos quereres calados, da vontade de ser primavera e poesia constante! 💛🌻 E você? Com o que rima seu tanto querer?

sábado, 3 de setembro de 2016

Nicole


Minha pequena, meu primeiro par
Minha doce morena, minha sósia nos trejeitos
Meu sotaque no falar
Minha menina de constelação particular
- "Não tem sardas, tem estrelas no rosto,"
E piruetas e estrelinhas pelo ar
Minha corajosa navegante pelo mar
Minha inspiração de determinação
Meus conselhos no caminhar.
Minha segurança, meu ninho, meu lar
Minha saudade quando nos separamos
(Mudando de rumo, ou de quarto)
Minha certeza de ao teu lado querer ficar.
Minha irmã, meu amor, meu saber amar,
És meus versos,
Meu inverso,
A primeira parceira com quem pude rimar.
--
Hoje é aniversário da primeira parceira com quem minha alma fez poesia, numa rima perfeita de parceria e amor!! Parabéns, irmã menor!! Tu e Natália são minhas preciosidades!! E tu vais ser sempre a pequena nicole, de grandeza imensurável, de um amor tamanho que me faz ecoar "Por onde eu for, Nic, quero ser teu par". Te amo! Te amo! Te amo! ♥️

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Ao esporte Brasileiro


Aos lutadores e à corrida dos atletas por uma medalha
Às meninas do vôlei, que encontraram uma muralha
Aos ginastas dotados de um talento de artista
Aos velejadores, aos triatletas, aos ciclistas
Ao vôlei de praia, que deixou sua marca na areia
Às meninas sincronizadas, que mais parecem sereias
Aos três passos de garra do handebol
Aos meninos donos do ouro no futebol
À mira e ao tiro com alvo ou esportista
Aos basqueteiros, aos nadadores, aos tenistas
Ao desafio vencido no salto com vara
Ao grito da torcida que não para
Às meninas de um sonho verdadeiro
Às donas do melhor futebol brasileiro
Aos meninos do vôlei com cortes, sem receio
Ao ouro do vôlei, com muita garra e bloqueio
Aos técnicos e comissões hábeis, profissionais
Aos juízes competentes, justos, imparciais
Ao esporte feito instrumento de ascensão
Às oportunidades, aos sonhos, à integração
Aos atletas brasileiros, nosso estandarte
Aos voluntários, nosso show à parte
Aos passos da Garota de Ipanema
Ao Vinicius e ao Brasil virando poema
Ao samba e ao gingado do meu povo
Ao enredo antigo, que sempre se faz novo
Às alegorias, às fantasias, às contracenas
Aos povos, à união, ao espírito Olímpico de Atenas
À festa do esporte, que por ora me despeço
À mistura tua, Brasil, hoje entrego meu verso.
------
Um pouco de poesia para não deixar passar em branco essa energia única que o esporte proporciona! À todos os envolvidos entrego meus versos, minhas rimas ❤️ Que venham as Paralimpíadas!!

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Quando Menos é Mais

Mais croqui, menos concreto
Menos erro, mais projeto
Mais disperso, menos deserto
Menos distante, mais perto
Mais morada, menos sem teto
Menos destoante, mais discreto
Mais curvo, menos reto
Menos obstrução, mais aberto
Mais inclusão, menos seleto
Menos exclusão, mais afeto
Mais infraestrutura, menos dejeto
Menos carro, mais trajeto
Mais movimento, menos quieto
Menos descaso, mais completo
Mais urbano, menos incerto
Menos problema, mais arquiteto
--
(Sobre um andar pela cidade, um olhar crítico e umas palavras que descrevem "esquinas" da cidade sem canto. Um breve manifesto urbano em forma de poesia. Brasília: uma cidade de MENOS, que são erros; de MAIS, que são acertos; e de outros tantos MENOS E MAIS que são desejos, por enquanto, em manifesto, meras rimas.)

domingo, 27 de março de 2016

Tempo de Renascer

Em tempos de horror
Seja beleza
Em tempos de tristeza
Alegria
Em tempos de maldade
Seja pureza
Em tempos de incerteza
Calmaria.
Em tempos de ódio
Seja amor
Em tempos de temor
Coragem
Em tempos de escuridão
Seja cor
Em tempos de dor
Libertinagem.
Em tempos de seca
Seja chuva
Em tempos de visão turva
Transparência
Em tempos de desamor
Seja viúva
Em tempos de chuva
Sua residência.
Em tempos de azar
Seja sorte
Em tempos de morte
Seja vida
Em tempos de fraqueza
Seja forte
Em tempos de "desnorte"
Ponto de partida.
Em tempos de mentira
Seja honestidade
Em tempos de banalidade
Exceção
Em tempos de arrogância
Seja humildade
Em tempos de necessidade
Solução.
Em tempos de feridas
Seja o perdão
Em tempos de traição
Amor a você
Em tempos de dificuldade
Seja superação
Em tempos de ressurreição
Seja o Renascer.
-
Que seja sempre tempo de renascer dentro de nós! Que esse seja o verdadeiro ensinamento de Deus, a energia que move o mundo! Uma Feliz Páscoa à todos!

terça-feira, 15 de março de 2016

Liberta-dor


Fizeste do amor
Antes, pedaço de céu
- intenso de paz. Demais.
Agora, ausência de cor.
Fizeste do amor
Há tempos, muito, tanto sorrir
- meu guardião, o mais garrido.
Por tempos, guardado em dor.
Fizeste do amor
Outrora, um querer constante
- tua flor, à flor da pele.
Por ora, restante rancor.
Farei do amor
Hoje, liberta-dor
- ontem, era teu, eras meu, foste Romeu.
E o amanhã me liberta (da) dor.
--
Desses escritos inspirados em histórias de amores libertadores e em dores de amores que precisam se libertar...
Porque todo mundo precisa de uma dose de amor e de libertar-dor pra ser livre, pra amar.

segunda-feira, 7 de março de 2016

Tempo ao tempo

Ei, tempo
Vem passar o tempo agora
Vem dar tempo ao tempo aqui
Curar tudo de dentro pra fora

Vem, tempo
Ser intenso e curto de hora
Foste muito em tão pouco tempo
Mas deixa o passado virar memória

Vem tempo,
Ser futuro presente agora
Ser rei dos destinos, remédio aos desatinos
Vem tempo, e contigo me leva embora

Cuida tempo,
Que meu peito por ti implora!
Vem ser reduto de amor, imensidão
Fazer rir esse olhar que tanto chora

Bora tempo,
Que tenho pressa, não demora!
Vem ser luz que a mim conduz
Tempo de versos infindos de alvorada e aurora

--
Porque todo mundo precisa de uma dose diária de tempo.